FAKES, ACUSAÇÕES (EU) ME DEFENDO!

Texto por Raquel Zucchi

Caro (FAKE) Caio Messi;

Eu não o conheço, por isso tentarei, com educação, expor o meu conhecimento apenas para esclarecer algumas coisas. Veja: absolutamente nada pessoal.

Conheci Ernani em São Paulo, (minha terra natal, onde fui criada e formada – em Turismo pelo SENAC – e também através de experiência e cursos em produção cultural e artística. Trabalho em um evento de cultura tradicional paulista que, diga-se de passagem, é referencia para o país, junto à secretaria de cultura do Estado de São Paulo (evento esse que deveria receber o seu município com suas representações culturais, no entanto, a tradicionalidade por aí esta em baixa, digo, pouco valorizada sendo mesmo assim, riquíssima..). Cito estas informações por perceber que para você é de grande importância, mas saiba: as pessoas tem maior conteúdo sentimental e espiritual do que qualquer graduação).

Quando começava com trabalhos de difusão cultural, ele, o Ernani, já o fazia há tempos… E ainda, sempre com o foco na conscientização das pessoas, inclusive com atenção em cidadania. Nos tornamos muito amigos e dividimos anseios, expectativas e diversos projetos surgiram.

O que me impressiona não é sexo ou sexualidade alheia, mas sim essa mistura toda, marcando as pessoas em comentários. E comentários esses, que eu, Raquel, pude pessoalmente viver o contrário.

Eu fui para a sua cidade guiada pelo Ernani em 2009, tenho até hoje como recordação os arquivos de documentos com orientações, fatos da cidade de Rifaina que só valorizaram, “regras” de convivência e respeito ao local e moradores, colocadas de forma muito leve e descontraída… Na ocasião, realizamos um evento multicultural no teatro da cidade – lindíssimo, por sinal – e que levou um publico de aproximadamente 3 mil pessoas da região. Calculo feito com o método oficial da PM, baseado em imagens gravadas, SIM, tudo foi filmado.

Sobre esse evento encabecei a produção, junto com o produtor da TV Chilena Andrés Gonzales, Angela Gaeta e Ernani Baraldi na direção . Levamos grupos de percussão, teatro, artes visuais e interagimos com o grupo de sua cidade, trouxemos crianças com seus pais e avós para o espaço público. É a família unida para compartilhar informação. Lembro- me do então secretário de cultura, carinhosamente chamado pelo Ernani de Cézinha, arregaçando as mangas e ajudando a montar o palco, enquanto o de turismo torcia pra chover, sequer informações simples como aonde acender as luzes do teatro ele quis nos passar, disse: – ”esse evento é da cultura, pergunta ao secretário de cultura”.

Você conhece a expressão: “todos juntos somos fortes, somos um”? Pois é, foi esse momento vivido em Rifaina, no Janeiro de 2009. Na ocasião, o Sr. Digníssimo Secretário de Turismo de sua cidade deu uma entrevista para o jornal de Franca dizendo que esse evento era parte do programa dele (ok, trabalhamos mesmo pelo seu município) e aproveitou para declarar uma quantia em dinheiro completamente descabida para nossa realidade, dizendo que foi investido mais de R$ 40 mil reais. Esse foi o primeiro susto que tomei com a política exercida aí. Até então, eu não imaginava no tamanho do ego deste individuo, e se talvez, o prefeito soubesse dessa informação, que me parece ser estratégica e oportunista, ou até mesmo dos desvios, por que na realidade o projeto recebeu apenas R$ 3.500 (três mil e quinhentos reais)!

Tivemos o falecimento de uma moradora da sua cidade, achamos que o evento ia furar, mesmo depois do esforço único dos produtores na divulgação, mas pelo contrario, o evento foi lindo, sem atrasos e todos muito felizes.

Em 2011 realizamos o mesmo formato só que na cidade vizinha. QUEM GANHA? O publico, o povo que te elege, mas a sua cidade não, infelizmente Rifaina administrativa não. Sacramento ganha.

Quer saber o contraste? Fui para Sacramento passar a virada do ano (delicioso) e não pude deixar de passar em Rifaina para ver o teatro de arena.. QUE DECEPÇÃO! Foi triste de ver a sujeira que estava sua cidade (muito diferente do saudoso Encanta Vale de 2009), o abandono do teatro. E por IN-CRÍ-VEL que pareça, ao lado um palco gigante -”maior que a cidade”, para as festividades do ano novo. Sim, é muito legal qualquer iniciativa de entretenimento aberto ao publico e gratuito. Mas é a prova que você (quem ofende) não valoriza MESMO a sua cidade, o contrario do Ernani.

Me desculpe a franqueza, mas aquele palco, aquela sujeira e aquela programação normalmente esconde muito dinheiro declarado e depositado no caixa dois. A famosa lavagem de dinheiro, conhece? ATENÇÃO: não estou acusando, só constatando práticas comuns nestas características.

Mais uma vez, com muito cuidado, me intrometo na conversa por achar um tanto equivocada sua observação com relação ao Ernani e seus projetos. Dou minha cara a tapa por ter vivido (e ainda viver) uma história completamente diferente da que você expos em rede publica, nesta terra de ninguém que é a internet. E você, como representante deveria tomar mais cuidado, pensar no povo sem imediatismos (que dão o peixe e nunca ensinam como pescar, saca?) e não sair por aí falando sobre o que desconhece, principalmente se alguém como eu, que conhece bem, puder ler.

Para finalizar: Se o Ernani esta na merda por aí como você disse, por que do sucesso de seus projetos? Sucesso no seu trabalho, e ainda, sucesso nos projetos que continuam aqui em São Paulo, mesmo com ele á distancia? Cansei de ver ele receber diversas propostas, mas o rapaz tem objetivo, pensa à frente, e voltou a viver em Rifaina porque perdeu sua irmã com câncer. O que deve ser bem difícil para você entender.

Gostaria muito que ele estivesse aqui, somando nos meus projetos assim como eu somo nos dele, mas a importância que tem Rifaina e região de Ribeirão Preto/Alta Moginana para esse Homem, é algo que você certamente desconhece.

Para conhecer e aprender: Difusão cultural sim! Sustentabilidade sim! Dividir informação é fortalecer população sim! Imediatismo é peneira em sol de 40°.

DOSSIÊ ENCANTA VALE

ENTREVISTA ERNANI BARALDI PARA REVISTA OUNÃO DE SÃO PAULO

Ounão no Encanta Vale 2011 from revista ounão on Vimeo.

Cobertura Ounão Encanta Vale 2011 parte 3 from revista ounão on Vimeo.

Encanta Vale 2011 parte 2 from revista ounão on Vimeo.

Vídeo campanha Ounão no Catarse.me from revista ounão on Vimeo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s