ADMIRÁVEL MUNDO NOVO

Por Geraldo Elísio

“O futuro têm muitos nomes. Para os incapazes o inalcançável, para os medrosos o desconhecido, para os valentes a oportunidade.” – Victor Hugo

No último feriado e final de semana participei do final do Festival de Inverno do Parque Náutico de Jaguara, no município de Sacramento – Triângulo Mineiro – uma iniciativa do empresário e advogado Ivan Barbosa Afonso, viabilizada pelo agitador cultural multimídia Ernani Baraldi, no que diz respeito a três importantes debates constantes do evento: os últimos movimentos da cultura negra no Brasil, o movimento alternativo cultural Fora do Eixo e a cultura digital.

Em técnica de flash back, vamos começar a abordagem pelo último item, devido à matéria “O aumento da importância das redes sociais”, de Eugênio Iassamu, enviado o post pelo competente jornalista Luís Nassif, abordando a questão que, no âmbito do Parque Náutico de Jaguara ganhou em Minas um caráter pioneiro com a participação de professores, mestres, doutores e especialistas das cidades de São Paulo, Ribeirão Preto e Franca.

Entre os especialistas, se destacaram Cláudio Prado, responsável no Ministério da Cultura por este setor de mídia, quando Gilberto Gil era o ministro da Pasta, Bruno Peixoto, diretor de TI e Didi Monteiro, do Coletivo “Ounão”, os professores Carlos Rosa de Franca, Saulo Amuy de Ribeirão Preto, e o presidente da mesa, professor Luis Mendes da Unifacef, além de Carlos Gomes do coletivo Gerrilha Gig, também de Franca. Mas vamos à matéria do blog do Luis Nassif, cujos temas expostos refletem quase a íntegra do que foi discutido em Jaguara.

A publicação de Iassamu (Do outro lado da notícia) em sua chamada principal aborda a revolução das mídias sociais no primeiro semestre de 2011. Eis a íntegra:

“A internet está mudando o modo como são feitos os negócios, as relações interpessoais e, principalmente, o modo como as pessoas vêem o mundo.

Erik Qualman, o autor do livro Socialnomics, produziu uma série de vídeos chamada Social Media Revolution (ou Revolução das Mídias Sociais) para mostrar a importância da rede no dia a dia das pessoas.

O último filme, de apenas dois minutos, dá uma mostra do que aconteceu no mundo on-line entre o fim de 2010 e o primeiro semestre de 2011. LN”. Agora o texto traduzido no portal do Luís Nassif:

“- As mídias sociais são sobre pessoas. Mais de 50% da população mundial tem menos de 30 anos.

– Facebook ultrapassou Google em tráfico de dados por semana, e isso tem impacto em como nos comportamos off line.

– Um em cada cinco casais se conheceram na internet.

– Três em cada cinco casais gays se conheceram na internet.

– O Facebook é a principal causa de um a cada cinco divórcios.

– O que acontece em Vegas fica no Facebook, Twitter, Flickr, Youtube.

– Estudantes do jardim de infância estão aprendendo com iPads, não com lousas.

– Se o Facebook fosse um país, ele seria o terceiro maior do mundo.

Mas o Facebook, o Twitter, o Youtube e o Google ainda não são aceitos na China. O Linked In ganha um novo membro a cada segundo.

“Nós não temos uma alternativa se utilizamos ou não as mídias sociais, a questão é como nós as utilizaremos bem”, Erik Qualman.

Lady Gaga, Justin Bieber e Britney Spears tem mais seguidores no Twitter do que a população inteira de países como Suécia, Israel, Grécia, Chile, Coreia do Norte e Austrália.

Cerca de 50% do tráfego de internet móvel do Reino Unido é usado para o Facebook, agora imagine se isso for utilizado por usuários com más experiências.

Mais de 37 milhões de pessoas assistiram o comercial do Volkswagen Darth Vadar que passou no intervalo da final do Super Bowl de 2011 (dos Estados Unidos) – no Youtube.

E o garotinho que interpretou Darth Vadar nunca assistiu Star Wars.

O Ford Ecplorar Lauch gerou mais visualizações no Facebook do que um comercial do Super Bowl.

As gerações Y e Z consideram e-mails ultrapassados, alguns universitários pararam de distribuir suas contas de e-mail.

Os leitores de eReaders ultrapassaram o número de leitores de livros.

Jogadores de mídias sociais irão comprar U$ 6 bilhões de bens virtuais em 2013.

Freqüentadores de cinema comprarão apenas U$2,5 bilhões em bens reais.

O Youtube é a segunda maior ferramenta utilizada no mundo.

Se o Wikipedia fosse um livro, ele teria mais de 2,25 milhões de páginas e levaria mais de 123 anos para ser lido.

90% dos usuários on-line confiam em recomendações de produtos.

Apenas 14% confiam em comerciais.

93% dos marqueteiros utilizam mídias sociais para os negócios.

Bem-vindo à Revolução das Mídias Sociais.”

Mas não se pode negar que igualmente é livre o direito de quem quiser perder o trem e se alienar da vida.

Em editoriais subseqüentes falaremos do outros temas aqui citados.

Este espaço é permanentemente aberto ao democrático direito de resposta a todas as pessoas e instituições aqui citadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s