LAMBE SUJO

Dir: Gabriela Greeb, Marianna Monteiro e Paulo Dias. 26 min/ mini-dv São Paulo – Laranjeiras, 2004 .

O vídeo Lambe Sujo, uma Ópera dos Quilombos documenta a transformação da cidade de Laranjeiras em palco da dramatização de uma guerra entre negros quilombolas e um grupo de indígenas, cujo desfecho é a derrota dos negros e a vitória dos índios, os caboclos, aliados dos brancos. As relações escravistas postas em cheque pela rebeldia dos escravos quilombolas, as alianças inter-étnicas no combate aos quilombos, são os temas desse teatro de rua sergipano que a cada ano, irrompe na madrugada do primeiro domingo de outubro. Acompanhando o ciclo solar, a dramatização termina com a queda da noite. Qual a natureza dessa teatralidade, o que está em jogo quando as ruas são tomadas por atores populares na representacão de um drama histórico? Que modalidade é essa de relação com o público e com espaço urbano, proposta pelo Lambe Sujo? O vídeo quer suscitar essas indagações. Gabriela Greeb é autora de curtas de ficção, documentários autorais e vídeo instalações. Nasceu em 1966, em São Paulo, SP, estudou Filosofia na USP e depois viveu por doze anos na Europa, onde passou a atuar no universo audiovisual. Atualmente vive em São Paulo e é diretora da Homemade Films, que produz o documentários de longa metragens. Dirigiu o longa metragens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s