CASA DI CABLOCO

As portas estão se abrindo lhe convidando para uma experiência única. No fim do corredor o grito dos bambas preenche os cômodos, as paredes trazem escritas de um repertório que unifica o samba, o rap e as ruas paulistanas. A cada degrau que se sobe a escuridão desaparece, o berço de idéias irradia e intensifica a luz. O raciocínio se torna mais claro, o coração bate mais forte, o sangue segue a pulsação e as boas almas lhe observam proporcionando um momento de reflexão em uma fração de segundo. Vozes lhe perseguem por todos os lados, os banheiros inundam-se de sonoridade juntamente com uma combinação perfeita de batidas que lhe guiam por um labirinto sem fim. Seja bem-vindo ao nosso lar, a Casa di Caboclo. Crespo, fundador do coletivo, tem as rimas nas veias. Hoje, sua música brota da poesia do cotidiano jovem urbano, mas desde o tempo de criança já era envolvido com a evervessência da cena musical por meio do samba. Filho do compositor Barbosa, autor do samba “Embaixada de sonho e de bamba” da Mocidade Alegre (vencedor do carnaval de 1980 e eleito em 2000 o melhor samba enredo do Séc.XX de S.P), ele convivia com bambas do calibre de Noite Ilustrada, Geraldo Filme, Isaias do Bandolin, Braulio de Castro, Nando Cordel entre outros. Os acordes da música brasileira ressoam nos dias de hoje como uma influência central ao jovem M.C, que adiciona aos vocais de rap influências que vão do samba ao funk, passando é claro por nomes consagrados do próprio Hip-Hop. Em seu currículo, o Casa di Caboclo já tem algumas aparições importantes, como a participação no palco alternativo do festival de Hip-Hop Hutuz, RuaSp (Rede Urbana de Arte em São Paulo), no SEBAR (Seletiva Estadual de Basquete de Rua), apresentando-se no intervalo dos jogos, além de uma série de outros shows e participações pela cidade de São Paulo. Produzido pelo Casa1 o albúm de estréia transmite-se através do tempo com batidas envenenadas por Léo Cunha que emprega com utilidade e percepção samples de Chico Buarque, Jorge Ben, Thelonious Monk, Wilson Simonal, Fela Kuti, Abril Despedaçado (Walter Salles), agregados a colagens de João Nogueira, Racionais Mc’s, Seu Jorge e Xis executadas por Dj Cris, responsável pelos scratchs e o comando das pick-ups do grupo, que faz bonito com seus riscos e performance, além da participação especial de Max B.O na faixa título enriquece a obra igualmente. Casa di Caboclo tem alma, tem personalidade, o envolvimento com a música quando seus ouvidos se depararam com ela é inevitável e o prazer da boa música brasileira é contemplado.

http://www.myspace.com/casadicaboclo

Videoclip ” O Tempo”
By CHAMA SABOR

Direção: Anna Penteado
Direção de Fotografia : Fernando Moraes
Assistente de Fotografia: Carol Carneiro
Produção: Diogo Pinaffi
Direção de arte: Igor Mariwaka e Issac Szebeny
Música: Crespo e Leo Cunha

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s